Acerca de mim

campo maior, alentejo, Portugal
sou viúvo,tenho 4 filhos e 7 netos,nasci povo e sou povo Amo a vida,a verdade,as pessõas,a justiça,a liberdade, amo os meus e os outros. Odeio,a fome,a mentira,a exploração,a ignorância,a estupidez,a maldade, a mendicidade,a prostituição, as ditaduras, e os ditadores, a guerra.

quinta-feira, 24 de abril de 2014

40 ANOS FAZ A REVOLUÇÃO-------------GAITA O MINISTRO SEM PASTA É UM HOMEM DE ABRIL

Amanhã faz 40 anos do fim do Regime Fascista e o  inicio da revolução dos cravos.
Foi para Portugal e para milhões de Portugueses, um dos mais importantes feitos da nossa história e o maior acontecimento do Século XX.
Eu que tive o Privilegio de ter vivido o 25 de Abril e ter de forma modesta,assistido e participado na revolução,que pôs  fim ao regime fascista,à libertação dos presos políticos,à Liberdade Sindical,à Reforma Agrária,às Nacionalizações,a criação do Poder Local,a Eleições livres e Democráticas,sou um Homem feliz por ter vivido esse tempo,  continuo a lutar,contra esta democracia,e esta politica má e de classe,que nos leva à ruína,ao desemprego,à fome,porque acredito,hoje,como acreditei ontem que a Democracia pode e deve ser melhor para a maioria dos Portugueses,assim o nosso povo, o povo que produz,que trabalha e luta, o queira.
Durante estes 40 anos muito se tem falado da Revolução de Abril,dos chamados excessos,do PREC, da Contra Revolução,do 25 de Novembro,do que foi feito e do que ficou por fazer.
Eu quero-lhes falar hoje da minha Terra,que é Campo Maior,nesta terra também se viveu Abril e no 1º de Maio de 1974,democratas e não democratas,manifestaram-se pelas ruas da vila e todos juntos,unidos mas sem estar unidos,foram enterrar o Fascismo,a partir desse acto,unitário e de concórdia, começou as grandes transformações,iniciou-se o poder local democrático,com a eleição,e de braço no AR ,da comissão administrativa,foram nomeados e eleitos as direcções da casa do povo,dos Ex Grémios Agrícolas criaram-se as comissões paritárias,os Sindicatos Agrícolas,as Ligas, as Comissões de Moradores,Reforma Agrária,com a ocupação de casas,para os que casas não tinham,como ocupado,pelo povo, foi o antigo palácio do Visconde onde hoje funciona as Finanças e a Biblioteca. Dirão alguns que foi demais,outros dirão que o que se fez ainda foi pouco,eu direi que vivemos um período de Revolução e as todas as Revoluções tem excessos,mas todas ficam muito aquém do que era necessário ter sido feito e a revolução
o iniciada em 25 de Abril foi e continua a ser uma revolução inacabada.
Mas eu quero-lhes falar de um homem grande,um verdadeiro exemplo de um revolucionário,um homem que foi,crescendo com  Abril e serviu a revolução,com imenso saber e dedicação,era e é um homem simples, de origem modesta,que de leitura e de escrita só sabia escrever e ler o seu nome,mas era ao mesmo tempo sábio,foi da comissão paritária,fez parta da Liga,da direcção do Ex Grémio da Lavoura,da Agrocampomaior,foi membro da Assembleia Municipal em vários mandatos,Candidato à Assembleia da República e Membro da Comissão Concelhia do PCP vários anos,participou em muitas e diversas iniciativas,levou a palavra na defesa,da agricultura e dos pequenos agricultores, a muitos locais no Distrito e não só, com poucos ou muitos a assistir,este Homem que eu conheço que com ele também aprendi de quem me tornei amigo e que hoje se encontra debilitado pela doença,nunca a democracia nem o poder lhe reconheceu valor,nem lhe deu nome de rua,quando muito lhe deve.esse Homem tem nome e chama-se João Luís Marchã Borrega,e termino citando parte de um poema em que dizia o poeta (filipe chinita)num livro dedicado ao povo de Campo maior,num seu poema,dedicado a este meu camarada,-
gaita
-o analfabeto-
de ouvido e experiências
letrado                               tudo nele é oralidade.


termino dizendo que o João Gaita,ou o Ministro sem pasta é um homem de Abril

Sem comentários:

Enviar um comentário